Blog do Bryan Rafael - Notícias de Zé Doca e Região

Reinvindicação atendida! Escola do estado de Maranhãozinho recebe reformas após cobranças da deputada Detinha

Na manhã de hoje (23), o secretário de estado de educação Felipe Camarão esteve no município de Maranhãozinho, a onde assinou a ordem de serviço para reforma, ampliação e revitalização do Centro de Ensino Maria Espíndola, as obras já foram iniciadas.

 

A luta da deputada Detinha, com total apoio do deputado federal Josimar Maranhãozinho, para a reforma do centro educacional foi intensa. A parlamentar usou a tribuna, sendo a voz dos educandos que protestaram por melhorias da escola. Detinha também apresentou a indicação 712/19, que pedia providencias urgentes no sentido de determinar a reforma estrutural do centro de ensino, considerando as más condições do prédio.

A ordem de serviço contou também com as presenças do prefeito Auricélio, secretários e vereadores. O ato foi bastante comemorado pela classe estudantil que prestou homenagem a deputada através de faixa e palavras de agradecimentos.

PF faz busca e apreensão em casa de envolvido em crimes de pedofilia, em São Luís

A Polícia Federal no Maranhão cumpriu, na manhã desta quinta-feira (23), mandado de busca e apreensão numa residência localizada no Bairro Cidade Operária, em São Luís, em função da Operação Nêmesis, coordenada pela PF em Brasília/DF, abrangendo oito estados da federação.

 

No local, foram apreendidos computador, pendrives, DVDs e CDs. O investigado não se encontrava no momento da apreensão, mas deverá se apresentar na sede da PF, nas próximas horas.

 

Nêmesis faz referência a mitologia, na qual simboliza a indignação pela injustiça, sendo sua função essencial o equilíbrio quando a justiça deixa de ser praticada.

 

A iniciativa coincide com a semana do Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes que é celebrado anualmente em 18 de maio. A escolha dessa data é em memória ao Caso Araceli, crime que chocou o país na década de 70.

 

Araceli Crespo era uma menina de apenas 8 anos de idade, que foi violada e assassinada em 18 de maio de 1973. Os culpados jamais foram identificados e punidos.

Dois acusados de estupros são presos em Itapecuru Mirim

Os homens identificados como José Ribamar Borges Sousa, conhecido como “Careca”, e José Werbeth Rodrigues de Sousa, conhecido como “Bodinho”, foram presos, na tarde de segunda-feira (20), acusados de estupros na cidade de Itapecuru Mirim, a 117 km de São Luís.

 

Os mandados de prisões preventivas, decretadas pela 2ª Vara da Comarca de Itapecuru-Mirim, foram cumpridos pela Delegacia Especial da Mulher na cidade, comandada pela delegada Tainara Cunha.

 

A prisão de “Careca” ocorreu no Povoado Santa Joana. Em seguida, a equipe policial se deslocou ao Povoado Três Bocas, onde efetuou a prisão de “Bodinho”, suspeito de estupro de vulnerável.

 

As prisões marcam a campanha “Faça bonito, proteja nossas crianças e adolescentes 2019”, voltada ao combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Por conta de dívida, agente penitenciário mata professora na UFMA

O agente penitenciário Márcio Jorge Lago Marques confessou a polícia que uma dívida de R$2.500 mil foi a motivação do assassinato da professora Rosiane Costa, de 45 anos, em São Luís. Ele foi preso na noite de terça-feira (21) e apresentado na Sede da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (22).

De acordo com a delegada, Viviane Fontenele, ele confessou o crime afirmando que matou a professora minutos antes da vítima entrar no veículo para ir embora. Márcio Jorge a estrangulou, jogou o corpo no carro e resolveu se desfazer do corpo na Universidade Federal do Maranhão (Ufma).

Em depoimento, o autor do crime explicou que se desfez do corpo na Ufma porque estava no caminho indo buscar a esposa na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da área Itaqui-Bacanga.

De acordo com a polícia, além da confissão, os elementos utilizados na investigação comprovam que ele foi o culpado pela morte da professora. Segundo a delegada, as imagens de segurança da Ufma foram fundamentais para identificação.

“As imagens da Ufma foram fundamentais porque a partir delas nós conseguimos identificar o veículo que estava envolvido no crime. Verificamos também que o mesmo carro entrou no estacionamento do supermercado alguns minutos depois do crime para fazer compras utilizando o cartão de débito da vítima e aproveitou também para realizar um saque no Terminal de Auto Atendimento utilizando outro cartão da vítima”, explicou.

Ainda de acordo com a delegada, Márcio Jorge tinha um caso com Rosiane Costa há dois anos, mas tinha uma dívida que não tinha conseguido pagar. Segundo a polícia, Márcio Jorge Lago Marques será indiciado por feminicídio e motivo torpe.

“Eles mantinham contato por causa da dívida, onde ela fazia cobranças. No final de semana, ela fez uma cobrança mais contundente, dizendo que não iria mais esperar. Depois disso, ele resolveu insistir para que ela fosse até a residência dele para que conversassem, lá ele a seduziu para terem uma relação amorosa. A intenção dele era fazê-la desistir de cobrar essa dívida e como não conseguiu através desse meio, ele resolveu matá-la para se livrar da dívida”, afirmou a delegada.

Agente penitenciário é preso acusado de matar professora na UFMA

A Polícia Civil, por meio do Departamento de Feminicídio, prendeu na noite desta terça-feira (21) o agente penitenciário Marcio Jorge Lago Marques por suspeita de ter matado a professora Rosiane Costa e jogado o corpo ao lado da TV Universitária, no Campus do Bacanga da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

 

Segundo a polícia, Marcio estava com um mandado de prisão temporária em aberto e foi encontrado em um bar na Avenida Litorânea. Após ser preso, ele foi levado para a Superintendência de Homicídios.

 

De acordo com a delegada Viviane Azambuja, Marcos ainda será interrogado oficialmente, mas já confessou o crime.

 

Entenda o caso

 

Rosiane Costa tinha 45 anos e era professora municipal em um povoado chamado Itamatatiua, em Alcântara, na região metropolitana, mas morava em São Luís, no bairro São Cristóvão. Ela também não era casada e não tinha filhos.

Do G1,MA

Em Zé Doca, confira os preços imbatíveis de Cerveja e Água no depósito Rogério Bebidas

Uma super promoção para derrubar os preços da cerveja e água foi lançada pelo depósito Rogério Bebidas, para este final de semana.

 

O empresário Rogério baixou ainda mais os preços para você fazer a sua festa ou o seu churrasco entre amigos, com promoções imperdíveis de cervejas das diversas marcas.

 

O depósito Rogério Bebidas fica localizado na Rua Amorim n 521 , Major Corinto.  Telefones (98) 98212-6727 , 98451-7858 , 98152-8378

 

Faça uma visita e confira muitas outras ofertas em promoção.

Perseguições e denúncias infundadas contra o deputado federal mais votado do Maranhão. Por que será isso?

O deputado federal mais votado do Maranhão em duas eleições consecutivas (a primeira foi de estadual), Josimar do Maranhãozinho, foi o primeiro a reagir entre as autoridades que tiveram seus nomes envolvidos em supostas investigações relatadas pelo delegado Ney Anderson de que estiveram sendo investigadas.

 

Na nota abaixo, o parlamentar confirma as perseguições de que vem sendo vítima pelo secretário de Segurança Pública, mesmo sendo ele um deputado da base de apoio do governador Flávio Dino. Confira abaixo:

 

Segundo foi noticiado no Blog do Neto Ferreira, o secretário de Segurança Pública do Maranhão, delegado Jefferson Portela, mandou que fosse aberta uma investigação contra o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PR). A operação denominada de “Jenca” é altamente suspeita, devido ao tom político como foi apresentada.

 

As perseguições ao grupo político e ao PR, de forma específica, não é de hoje. Nas eleições de 2016, vários fatos estranhos ocorreram envolvendo justamente pessoas ligadas ao parlamentar e ao PR sendo que absolutamente nada foi comprovado.

 

O caso mais grave ocorreu com o então candidato a prefeito pelo PR em Centro Novo do Maranhão, Ney Passinho. Em uma abordagem arbitrária, a polícia prendeu o candidato, que se encontrava apenas com R$ 25,00 (vinte e cinco reais) no bolso e ainda assim foi preso, suspeito de compra de votos. O fato aconteceu na véspera da eleição.

 

Em Maracaçumé, no mesmo ano, o também candidato Tio Gal teve um comício interrompido pela polícia. Em Cândido Mendes, o candidato Facinho também foi perseguido. Em Maranhãozinho, também teve represálias. Em Zé Doca, ações violentas contra o grupo da, hoje prefeita Josinha Cunha, também foram registradas, inclusive com invasão da rádio Alvorada e agressão ao locutor Constantino, por parte do grupo ligado à oposição, sem que a polícia se manifestasse ou tomasse alguma atitude; o que causou bastante estranheza e que hoje pode ser explicado.

 

Todas as ações orquestradas pela Secretaria de Segurança do Estado não resultaram em nenhuma prova que desabonasse a conduta dos candidatos e do deputado federal Josimar Maranhãozinho, que vem sendo perseguido já por um bom tempo. O parlamentar enfatiza que é da base aliada do governo, mas o que garante a sua tranquilidade é sua conduta idônea e coerente junto a justiça e ao povo maranhense.

 

Portela é tido como um homem prepotente e que não mede consequências quando o objetivo de atingir seus desafetos políticos. Na investigação contra Maranhãozinho nada foi constatado e o parlamentar se diz tranquilo quanto a sua vida pública.

 

É bom ficar atento, pois informações plantadas e caluniosas devem ser o próximo passo de quem, a qualquer custo deseja inibir o crescimento político do deputado federal mais bem votado das últimas eleições.

 

Deputado Federal Josimar de Maranhãozinho

Líder de facção preso no Maranhão seria um dos alvos da chacina ocorrida em Belém

O criminoso Edson Ronny Muniz Franco da Silva, 30 anos, conhecido como “Mãozinha”, integrante da facção Comando Vermelho, seria um dos alvos da chacina ocorrida nesse domingo (19) em um bar, na Passagem do Jambu, no Bairro Guamá, em Belém, (PA).

 

Ele fugiu para o Maranhão e foi preso por policiais militares nesse fim de semana na cidade de Viana, a 213 km de São Luís.

 

“Mãozinha” é apontado com um dos líderes do Comando Vermelho, em Belém, e seria responsável por assassinatos de policiais registrados naquela cidade. Contra ele haviam dois mandados de prisão decretados pela Justiça do Pará.

 

O acusado foi localizado em um dormitório na cidade de Viana, depois que os policiais receberam denúncias anônimas. Ao ser preso ele tentou esconder a sua identidade usando o nome do irmão.  No entanto acabou sendo descoberto e confessou que era foragido da Justiça.

“Mãozinha” disse que fugiu para o Maranhão e pretendia chegar ao Rio de Janeiro, cidade onde surgiu a facção CV. Ele fugiu porque vinha sendo procurado por integrantes da facção que queriam elimina-lo como queima de arquivo e também por grupos de extermínio.

 

A Secretária de Segurança Pública do Estado do Pará já está providenciando a transferência de “Mãozinha” para que ele possa ser interrogado, inclusive, acerca da chacina que ocorreu em Belém nesse domingo. Homens armados invadiram um bar no Bairro do Guamá na grande Belém e executaram  onze pessoa com tiros na cabeça.

 

A polícia investiga o crime e não descarta a possibilidade de que as mortes estejam relacionadas com os assassinatos de três policiais executados a tiros nos últimos dias naquela cidade.

 

Com informações de Silvan Alves