Blog do Bryan Rafael - Notícias de Zé Doca e Região

Pague os professores Indalécio! Em Governador Nunes Freire, educadores estão há dois meses sem ver a cor do dinheiro

O atraso de salários do funcionalismo público viola a lei e a Constituição, mas o prefeito de Governador Nunes Freire, Indalécio (PT), não está nem aí para as leis, muito menos para os servidores públicos.

 

Na manhã de hoje (26), os professores do município resolveram “chutar o pau da barraca” e protestar contra os desmandos da administração que que, inexplicavelmente, completa no dia 30 deste mês, dois meses de salários atrasados dos professores.

A classe de educadores saiu as ruas gritando palavras de ordem e pedindo uma intervenção do Ministério Público para que o gestor tente explicar (algo inexplicável), o que “diacho” está acontecendo, porque os repasses estão sendo feitos pela união.

 

Só resta agora o prefeito Indalécio, que tem uma das maiores rejeições do estado, atribuir a culpa a uma nuvem de gafanhotos, que provavelmente está na prefeitura roendo o dinheiro público.

Polícia Civil do Maranhão realiza a incineração de 773 kg de entorpecentes.

Dando seguimento nas ações contra o crime no estado do Maranhão, a Polícia Civil realizou na nesta quinta-feira (25), o transporte de 773 kg de entorpecentes.

 

Os entorpecentes foram encaminhados até os fornos de uma empresa de incineração.

 

Durante o transporte, policiais civis deram suporte ao processo de transporte e incineração da droga.

 

As informações repassadas pelo Superintendente da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (SENARC), Breno Galdino, foram que os 773 kg entorpecentes incinerados foram:

 

Maconha – 758 kg

 

Crack – 12 kg

 

Cocaína – 3kg Além de anfetaminas e lsd.

 

A Incineração dos entorpecentes contou com o apoio de policiais da Senarc; do Grupo de Resposta Tática (GRT), da Seic; do Promotor Orfileno da Central de Inquéritos e da Vigilância Sanitária.

 

Fonte: SSP

Empresários são presos em Teresina por envolvimento em roubo de carga no Maranhão

Quatro empresários, entre donos de supermercados, distribuidoras e comércios nas zonas Norte e Leste de Teresina, foram presos suspeitos de envolvimento no roubo de carga roubada nas cidades de Grajaú e Jenipapo dos Vieiras, no estado do Maranhão. Um deles está isolado com suspeita da Covid-19.

 

As prisões ocorreram nesta quarta-feira (24), durante cumprimento a cinco mandados judiciais, nos bairros Santa Sofia, Mocambinho e na região da Santa Maria da Codipi, ambos na zona Norte. A investigação continua para identificar os demais membros da organização criminosa, como os pessoas que atuam diretamente no roubo.

 

A prisão foi efetuada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) com apoio da Superintendência Estadual de Investigações do Maranhão (SEIC). Segundo o coordenador do Greco, delegado Tales Gomes, os suspeitos devem responder por receptação qualificada.

 

Entre as mercadorias roubadas, que totalizam R$ 280 mil, estão arroz e óleo que seriam vendidas em comércios em Teresina.

 

Foi apreendidos centenas de fardos de arroz e feijão e várias caixas e óleo. As cargas de arroz e feijão estão avaliadas em R$ 130 mil e a de óleo em R$ 150 mil.

 

O coordenador da Greco acrescenta que os empresários estão sendo autuados por receptação qualificada uma vez que se trata da venda de produtos de origem criminosa no âmbito de atividade comercial. Eles serão encaminhados para a audiência de custódia.

 

Do Cidade Verde

Prefeitura municipal de Zé Doca intensifica iluminação pública nos bairros e povoados

A prefeitura de Zé Doca, por meio da secretaria de meio ambiente, continua com a manutenção dos serviços de iluminação pública. O trabalho é feito após solicitação da população e compreende substituição de lâmpadas.

 

A equipe tem feito um planejamento de acordo com as solicitações da população e gradativamente as demandas são atendidas.

No momento, os trabalhos seguiram na zona rural nos povoados ão Vicente l, Arrojada, São Vicente ll, Cantingueira, Quixaba e Canaã, ações que trazem mais segurança e tranquilidade para a população.

Em Zé Doca, secretaria de assistencial social promove visitas do programa Criança Feliz

A equipe da secretaria de assistência social de Zé Doca, esta promovendo ações que fazem parte do programa criança feliz, que é voltado para crianças onde se trabalha o desenvolvimento infantil e o vínculo afetivo familiar desenvolvendo atividades realizadas através de visitas domiciliares periódicas.

 

Devido ao momento de pandemia, as visitas foram encerradas. Porém os trabalhos continuam sendo feito através de grupos de whatsApp e entregas semanais de atividades como a que foi realizada nesta segunda feira (22), onde foi entregue a sacola educativa contendo material informativo sobre o covid-19, lápis de cor e desenhos para que a criança continue sendo estimulada.

 

O cuidador interage sempre com o foco de fortalecer a parentalidade entre criança, de forma que não se perca o objetivo do programa mesmo mediante ao cenário que se encontra atualmente.

 

Tragédia: Filho mata o próprio pai a pauladas no interior do Maranhão

A Polícia Militar informou que prendeu em flagrante, Jane dos Santos Povoas, acusado de matar a pauladas o seu próprio pai, Nini dos Santos Povoas, de 72 anos, na rua Presidente Médici Bairro Novo, em Alto Alegre do Pindaré no interior do Maranhão.

 

Segundo informações da PM, o crime aconteceu na madrugada deste domingo (21). A Polícia Militar foi comunicada do fato e deu início as diligências em busca do autor do homicídio.

 

Jane Povoas foi encontrando na Avenida Carajás, perto da passarela, onde recebeu voz de prisão. O acusado ainda tentou resistir a prisão sendo necessário o uso de algema.

 

Informações: Francisco Vale

Corpo em estado de decomposição é encontrado no quintal de residência, em Zé Doca

Um homem foi encontrado morto na tarde deste domingo (21) no quintal de uma residência, situada na rua três poderes no centro de Zé Doca. O corpo já estava em avançado estado de decomposição.

 

Segundo informações da policia militar, após denuncia da presença de urubus ao redor da residencia foi constatado que o cadáver aparentava esta ali á uns três dias.

Além do corpo, uma outra pessoa também foi encontrada na residencia em estado de enfermidade e muito debilitado e já encaminhado para o hospital municipal.

 

 

A policia civil segue investigando o caso.

Criança de dois anos morre carbonizada dentro do próprio quarto no Maranhão

Uma criança de dois anos morreu carbonizada durante um incêndio registrado na noite deste sábado (20) no bairro Redenção, em São Luís. De acordo com o Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA), o incêndio começou no quarto onde a criança dormia.

Por meio de nota, os Bombeiros informaram que uma equipe foi acionada pelos vizinhos e chegou ao local 11 minutos após a chamada. A criança, que não teve o nome revelado, estava dormindo em uma cama quando o fogo começou.

A Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) da Polícia Civil investiga o caso. As causas do incêndio serão determinadas após perícia que ainda será realizada no local.

Veja a nota do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA):

 

“O Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA) informa que na noite deste sábado (20), atendeu ocorrência de incêndio em uma residência no bairro Redenção, em São Luís-MA. Uma equipe do 1° Batalhão de Bombeiros Militar foi mobilizada e chegou ao local em 11 minutos, porém as chamas já haviam sido debeladas por populares.

O fogo se originou em um quarto e carbonizou uma criança de 2 anos que se encontrava dormindo em uma cama. A equipe de bombeiros permaneceu no local para preservação da cena, que foi entregue aos cuidados da Polícia Civil para a investigação da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa.

O CBMMA alerta para os riscos de deixar incapazes desacompanhados de adultos, uma vez que, em caso de incêndios, gases tóxicos são liberados rapidamente levando vítimas a inconsciência, neutralizando qualquer possibilidade de reação.”

G1 MA

Deputada Detinha usa redes sociais em apoio a “Campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica”

A deputada estadual Detinha(PL),usou suas redes sociais nesta quinta-feira(18), para apoiar a campanha nacional, “Sinal Vermelho Contra a  Violência Doméstica” criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) visando facilitar a comunicação das mulheres vítimas de violência doméstica.

 

O objetivo é  incentivar denúncias por meio de um símbolo: ao desenhar um X na mão e exibi-lo ao atendente da farmácia, a vítima poderá receber ajuda e acionar as autoridades. É bom frisar que os balconistas e farmacêuticos não serão conduzidos à delegacia e nem, necessariamente, chamados a testemunhar.

A “Campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica” é motivada pelo aumento dos casos de violência doméstica e familiar no período do isolamento social, provocado pela pandemia de Covid-19.

Tome uma atitude, antes que seja tarde demais. Denuncie!

Flexibilização: Após trabalho intenso no combate ao COVID 19, Zé Doca sinaliza abrir templos religiosos e comércio a partir do dia 20

A prefeita de Zé Doca, Josinha Cunha participou ontem (16), de duas reuniões, a primeira com padres e pastores e a segunda com empresários e comerciantes. Na pauta, um novo decreto que será expedido pela prefeitura que entrará em vigor dia 20 de junho, tratando da reabertura de templos religiosos e do comércio.

Medidas

 

Para a reabertura dos templos religiosos algumas medidas foram tomadas. Uso de álcool em gel na entrada, afastamento de um metro e meio de uma pessoa para a outra com demarcação de cadeira, uso obrigatório de máscara, proibição de pessoas acima de 60 anos e crianças com menos de 12 anos e demais fiéis do grupo de risco, medição de temperatura através de infravermelho e controle do número de pessoas no templo de acordo com o tamanho do ambiente.

 

No que tange ao comércio, as medidas são parecidas, obedecendo o distanciamento social de clientes dentro das lojas, uso de máscara, álcool em gel, limite de pessoas dentre outras.

 

A prefeita Josinha Cunha salientou que, tudo terá fiscalização da vigilância sanitária.